top of page
  • Foto do escritorAmgercal

Reprodução dos pássaros



As aves são animais encontrados principalmente no ambiente selvagem, porém, algumas espécies, como periquitos, calopsitas e canarios, já são consideradas domésticas. Quando temos um pet em nossa casa, queremos saber tudo sobre ele, inclusive sobre a reprodução dos pássaros.

Os pássaros são extremamente belos e encantadores. Suas cores vibrantes e seu canto têm atraído cada vez mais admiradores. Se você é um desses admiradores, continue a leitura para conhecer ainda mais sobre as particularidades reprodutivas do animal.


O sistema reprodutor dos pássaros

O sistema reprodutor das aves apresenta algumas características diferentes das dos mamíferos, às quais estamos mais familiarizados. Ainda que esses animais possuem dimorfismo sexual (diferença anatômica entre machos e fêmeas), em algumas espécies não é possível notar essa diferenciação tão facilmente.

Os machos têm dois testículos intracavitários, ou seja, no interior do abdômen. Outra característica é que a maioria das espécies não tem o órgão copulador pênis ou tem o que chamamos de falo rudimentar — uma estrutura muito pequena, semelhante ao pênis.

Já as fêmeas possuem o ovário e oviduto direito atrofiados e sem função. O ovário esquerdo é estimulado na época de reprodução. No oviduto forma-se a casca do ovo, que é encaminhado até a cloaca. Por ser capaz de botar ovos, o pássaro é um animal ovíparo.

A cloaca é uma bolsa única, onde termina a porção final do sistema digestivo, urinário e reprodutor. Ou seja, é pela cloaca que os pássaros machos e fêmeas urinam e defecam. Através dela, a fêmea bota os ovos e o macho elimina os espermatozoides.


Como diferenciar macho e fêmea?

Para saber se o pássaro é macho ou fêmea, podemos fazer uma avaliação física e de comportamento do animal para determinar o seu dimorfismo sexual. Vale ressaltar que devido às inúmeras espécies de pássaros existentes, essa avaliação pode variar. A seguir, listamos algumas características observadas:

  • coloração das penas (uma ou mais parte do corpo de cor diferente);

  • tamanho dos pássaros (em alguns casos o macho é maior, em outros, a fêmea);

  • tamanho da cauda e cabeça (variável em cada espécie);

  • cor do bico (também de acordo com a espécie);

  • canto, assobios e imitar barulhos.

Esse método visual deve ser feito pelo médico-veterinário ou profissional especializado que conheça a espécie em questão. Em algumas aves, essa avaliação visual não é possível, pois macho e fêmea são semelhantes.

Quando isso ocorre, é indicado realizar a sexagem por DNA. Isso pode ser feito através da coleta de sangue ou fragmentos da casca de ovo e penas. Esse é o método mais eficaz para determinar do sexo do pássaro.

Se a intenção é a reprodução dos pássaros, é importante conhecer o sexo do animal primeiro. Não é indicado colocar animais do mesmo sexo no mesmo recinto, pois os machos poderão brigar s entre si e as fêmeas passarão a botar ovos inférteis de maneira contínua, prejudicando sua saúde.

Como é a reprodução dos pássaros?

Durante o período de reprodução dos pássaros, geralmente é o macho quem corteja a fêmea, mas pode acontecer o oposto. Tem pássaro que dança para acasalar, outros cantam e abrem as asas para parecer mais atraentes… Tudo depende da espécie.

Uma vez que o(a) parceiro(a) foi conquistado(a), o macho sobe na fêmea e eles encostam a cloaca uma na outra. O sêmen é transferido para o sistema reprodutor da fêmea e, então, encontra o óvulo e a fecunda. No oviduto, se inicia a produção da casca do ovo e suas demais estruturas, com o embrião em seu interior.

O tempo de formação do ovo varia entre as espécies, mas uma vez que está pronto, sai pela cloaca e é depositado no ninho. Para que o embrião se desenvolva, é necessária uma temperatura adequada, por isso, esses ovos são chocados.

Algumas espécies de pássaros são monogâmicas (têm somente um parceiro para toda a vida), outras são poligâmicas (a cada estação reprodutiva escolhem um parceiro diferente). Alguns pássaros fazem seus próprios ninhos e cuidam dos filhotes do nascimento até estarem prontos para viver sozinhos. Outros são chamados de “pássaros parasitas”, esperam outros pais deixarem o ninho em busca de alimento e então depositam seus ovos no ninho alheio.

Qual é a época de reprodução dos pássaros

O período de reprodução dos pássaros geralmente acontece na primavera. Essa estação do ano promove fartura de alimentos para as aves, que aproveitam essa oportunidade para se fortificarem e procriar.

Mais uma vez, a época reprodutiva pode variar de acordo com os hábitos alimentares da espécie. Algumas preferem frutas, outras, néctar de flores ou até mesmo insetos. Outro fator que pode influenciar na reprodução dos pássaros é a região onde se encontram. Norte e nordeste do Brasil podem ter variações comparados ao sul do país pelas diferenças de temperatura e luminosidade, alterando o padrão da reprodução.

Animais criados em viveiros, gaiolas e domesticados também podem sofrer variações devido ao manejo, alimentação, uso de luz artificial e aquecimento do recinto. Todos esses fatores alteram a época reprodutiva.

Cuidados com a reprodução

Se você deseja que seu pet se reproduza, é importante ter alguns cuidados com o ambiente. O viveiro deve ser livre de correntes de ar e bem higienizado.O local do viveiro deve ser reservado e com tamanho suficiente para que a ave consiga abrir as asas com conforto, minimizando o estresse e auxiliando no ritual de acasalamento.

É necessário oferecer substrato adequado de acordo com a espécie para que a ave consiga fazer seu ninho e, assim, botar os ovos. A alimentação deve ser reforçada de acordo com a indicação do médico-veterinário, pois a exigência nutricional aumenta para a produção dos ovos e qualidade dos espermatozoides.


14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page