top of page

O IMPACTO DOS FOGOS DE ARTIFÍCIO NA VIDA DAS AVES

Muito se discute sobre os malefícios causados aos cães pelo barulho dos fogos de artifício, porém as aves também podem ser afetadas de diversas maneiras com esse barulho tão alto.

O barulho dos fogos assusta tanto as aves que faz elas com que elas voem sem direção, apenas pelo fato de estarem desesperadas. O instinto das aves faz elas voarem para longe daquele lugar barulhento, e nesse momento de desespero elas podem se machucar, colidindo na gaiola, em galhos, vidros das janelas, ou qualquer outra coisa que esteja no seu caminho naquele momento de ansiedade extrema.



Quando buscamos informações sobre esse tema, encontramos relatos de casos onde o excesso de fogos resultou na morte de centenas de aves de uma única vez, como aconteceu no início de 2012, em uma pequena cidade do Arkansas, EUA, onde centenas de Red-winged Blackbirds (Agelaius phoeniceus) foram encontrados mortos após o réveillon.


É muito difícil estudar a reação das aves à noite, mas um grupo de pesquisadores holandeses teve a ideia de acompanhar os grandes deslocamentos de aves no momento do réveillon, através de um radar meteorológico, durante três anos consecutivos. O que se viu foi assustador: gansos que costumam voar a 100 metros de altitude, logo após a meia-noite, voaram a 500 metros e por muitos quilômetros sem nenhuma pausa para descanso, o que não é característica dessas aves. Além disso, a agitação desses grupos chegou a durar cerca de 45 minutos.


Fora o problema da poluição sonora, existe também a poluição do ar e da água causadas pela queima de fogos. O que poucos sabem é que a produção e a queima de fogos liberam percloratos, que são compostos químicos que contaminam o ar e os corpos d'água. Os percloratos podem inibir o funcionamento normal da glândula tireoide, alterando o crescimento, desenvolvimento e metabolismo de várias partes do organismo. E estes efeitos ocorrem tanto nos animais, como em nós, seres humanos.


Não menos preocupante é o efeito negativo que os fogos de artifício podem ter sobre a reprodução e a manutenção de algumas espécies de aves. No momento de desespero, elas ficam tão apavoradas que são capazes de abandonarem seus ninhos, pensando apenas em voarem para longe do barulho, deixando seus ovos ou filhotes para trás e sem qualquer amparo. Os filhotes, por sua vez, ficam agitados, incomodados e sem a proteção dos pais. A agitação pode fazer com que eles caiam dos seus ninhos ou até mesmo derrubem toda a estrutura. Se ampliarmos esse efeito negativo em grande escala e por anos consecutivos, ele pode interferir até mesmo na sobrevivência de algumas espécies, principalmente naquelas que vivem próximas de áreas onde a queima de fogos é mais comum, como regiões litorâneas e grandes metrópoles.



Por estes motivos, é muito importante refletirmos sobre os possíveis efeitos negativos antes de decidirmos realizar uma queima de fogos, já que eles podem ser um belo espetáculo para nós, porém podem ser prejudiciais não somente às aves e aos cães, mas também à outras espécies de animais como os peixes, que sofrem com os efeitos das luzes dos fogos nas praias enquanto nós comemoramos a virada de ano.

43 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page